Brasil, Cultura, Escritor, Leitura, Movimentos Literários

Casa das Rosas oferece curso gratuito para escritores iniciantes

Olá, literário (a)! Você gosta de escrever e sonha em se tornar um(a) escritor(a)? Está com um projeto literário parado na gaveta e só precisa de uma orientação para publicá-lo? Então não perca essa oportunidade de entrar no mercado das palavras. A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos, por meio do Centro de… Continuar lendo Casa das Rosas oferece curso gratuito para escritores iniciantes

Anúncios
Clássico, Direito, Estudo, Justiça, Legislação, Leitura, Literatura, Obra Prima, Pena de Morte, Romance, Sociologia, Violência

Os Miseráveis, de Victor Hugo, e a teoria do etiquetamento

No livro “Os Miseráveis”, de Victor Hugo, o enredo acontece na França, no século XIX. A obra baseia-se em histórias que predominam a desigualdade social e a miséria, em contraponto com o empreendedorismo e trabalho, para que seja refletido os impasses na sociedade. Neste texto em especial, será trazida a história do personagem Jean Valjean,… Continuar lendo Os Miseráveis, de Victor Hugo, e a teoria do etiquetamento

Literatura

‘Estudo Revela: Trabalho Voluntário Faz Bem ao Cérebro’

O Bem Viver

No meu livro LONGEVIDADE – Como se preparar para uma vida longa e bem-sucedida, e também em algumas postagens feitas aqui no blog (a exemplo desta: https://obemviver.blog.br/2018/09/10/ajudar-outras-pessoas-faz-bem-para-a-saude-afirma-pesquisa/), demonstro, com base em pesquisas, que atuar no voluntariado faz bem para a saúde, do corpo e da mente, de quem pratica tais ações. 

Agora, como resultado de novas pesquisas, o site Tudo Por Email publica artigo informando que a atuação voluntária proporciona benefícios diretos no cérebro. Portanto, temos aí mais confirmações do quanto é bom fazer o bem, servindo também de estímulo para que o número de pessoas efetivamente envolvidas em causas sociais e ambientais siga crescendo.

Confira o artigo que reproduzo a seguir:

“Estudo Revela: Trabalho Voluntário Faz Bem ao Cérebro

Temos certeza de que a maioria de vocês sabe que o voluntariado é algo que traz um sentimento de longa duração. Juntamente com a boa sensação e, é claro…

Ver o post original 719 mais palavras

Literatura

Resenha | Livro Hora Zero, da Agatha Christie a Rainha do Crime. 

Arte da Literatura

A Hora Zero é um dos livros que mais gostei de ler da Agatha Christie, e sem dúvidas um dos meus preferidos.

Narradoem terceira pessoa e tendo mais uma vez como palco a boa e velha Inglaterra.

A escrita dessa escritora inglesa é maravilhosa, a trama envolvente, engenhosa e inteligente. Cada detalhe descrito de forma sensacional levando o leitor a embarcar em uma trama cheia de mistério, suspense, álibis e suspeitos.

Ademais, tudo isso majestosamente arquitetado dentro do livro com uma investigação de assassinato, a intrigante natureza humana e intrigas enraizadas no psicológico humano. Apesar do meu querido e famoso detetive belga, Hercule Poirot, não aparecer nessa trama genial, o superintendente Battle, da Scotland Yard, faz sua última aparição e encerrando com chave de ouro sua busca pela identidade do criminoso.

Enfim, não vou contar muito sobre a história porque quero que tirem suas próprias conclusões sem spoilers. Trama…

Ver o post original 554 mais palavras

Literatura

Mas o que é um clube de leitura?

Biblioblog Unesp Bauru

Um clube leitura é simples de se fazer e traz experiências muito agradáveis. O objetivo é conversar sobre algo que se leu. As regras e definições podem variar, o blog Lendo.org sugere algumas, mas o necessário a ser definido é:

Quem fará parte do clube?

O clube pode ser formado por amigos, colegas de sala ou trabalho, vizinhos, ou até “amigos virtuais”. O mais legal do clube é que não há restrições de proximidade, já que o que une os participantes é aquele objetivo comum. O tamanho do grupo pode variar, é interessante que não seja muito reduzido para não faltar assunto, nem grande demais a ponto de não haver oportunidade de todos participarem.

Onde serão realizados os encontros?

O importante aqui é escolher um local que acomode bem o tamanho do grupo, e permita que os participantes se sintam bem.

Com que freqüência?

Uma freqüência bastante adota é…

Ver o post original 216 mais palavras

Literatura

Construir um Rio Grande do Norte de leitores

Cláudia Santa Rosa

De Norte a Sul do país há um movimento de articulação, formação e troca de experiências entre professores, bibliotecários, poetas, parlamentares, autores, livreiros, editores e outros atores sociais, tendo em vista políticas públicas de formação de leitores, a partir, sobretudo, do protagonismo das bibliotecas das escolas, bibliotecas comunitárias e bibliotecas públicas. Esses espaços, quando vivos, são reconhecidos pelo potencial de democratização do acesso à leitura.

Resgato uma parte dos registros que fiz ao prefaciar o livro “Políticas públicas da leitura, do livro e da biblioteca: o que saber para um novo fazer na escola”, das professoras Tatyana Mabel Nobre Barbosa e Claudianny Amorim Noronha, ambas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), pela pertinência para o momento.

Destaco, pois, o contributo dos professores, cada vez mais envolvidos, na última década, em distintas inciativas que tomam a leitura enquanto prática social, gestada desde as unidades escolares. Porém, um desafio…

Ver o post original 857 mais palavras

Literatura

Calendário do Clube do Livro para 2019

Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto divulga calendário do Clube do Livro para 2019

Ao todo, o clube fará 12 encontros no ano e o grupo optou por valorizar livros e autores
representantes das culturas sul-americanas e norte-americana, da Europa e da África.

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto divulga sua lista de livros que vão nortear as discussões e reflexões dos encontros do Clube do Livro durante o ano de 2019. A Época das Inocência, obra mais importante de Edith Wharton, foi o primeiro livro a ser debatido no 19 de Janeiro.

Vencedor do prêmio Pulitzer, o livro trata das complexas relações entre as tradições da sociedade e os desejos individuais. A obra foi publicada duas vezes, em 1920,  inicialmente dividido em quatro partes, entre julho e outubro, na revista Pictorial Review, e posteriormente, pela D. Appleton and Company, como um livro, em New York e Londres.
O Times Book…

Ver o post original 648 mais palavras