Clássico, Direito, Estudo, Justiça, Legislação, Leitura, Literatura, Obra Prima, Pena de Morte, Romance, Sociologia, Violência

Os Miseráveis, de Victor Hugo, e a teoria do etiquetamento

No livro “Os Miseráveis”, de Victor Hugo, o enredo acontece na França, no século XIX. A obra baseia-se em histórias que predominam a desigualdade social e a miséria, em contraponto com o empreendedorismo e trabalho, para que seja refletido os impasses na sociedade. Neste texto em especial, será trazida a história do personagem Jean Valjean,… Continuar lendo Os Miseráveis, de Victor Hugo, e a teoria do etiquetamento

Anúncios
Literatura

‘Estudo Revela: Trabalho Voluntário Faz Bem ao Cérebro’

O Bem Viver

No meu livro LONGEVIDADE – Como se preparar para uma vida longa e bem-sucedida, e também em algumas postagens feitas aqui no blog (a exemplo desta: https://obemviver.blog.br/2018/09/10/ajudar-outras-pessoas-faz-bem-para-a-saude-afirma-pesquisa/), demonstro, com base em pesquisas, que atuar no voluntariado faz bem para a saúde, do corpo e da mente, de quem pratica tais ações. 

Agora, como resultado de novas pesquisas, o site Tudo Por Email publica artigo informando que a atuação voluntária proporciona benefícios diretos no cérebro. Portanto, temos aí mais confirmações do quanto é bom fazer o bem, servindo também de estímulo para que o número de pessoas efetivamente envolvidas em causas sociais e ambientais siga crescendo.

Confira o artigo que reproduzo a seguir:

“Estudo Revela: Trabalho Voluntário Faz Bem ao Cérebro

Temos certeza de que a maioria de vocês sabe que o voluntariado é algo que traz um sentimento de longa duração. Juntamente com a boa sensação e, é claro…

Ver o post original 719 mais palavras

Literatura

Resenha | Livro Hora Zero, da Agatha Christie a Rainha do Crime. 

Arte da Literatura

A Hora Zero é um dos livros que mais gostei de ler da Agatha Christie, e sem dúvidas um dos meus preferidos.

Narradoem terceira pessoa e tendo mais uma vez como palco a boa e velha Inglaterra.

A escrita dessa escritora inglesa é maravilhosa, a trama envolvente, engenhosa e inteligente. Cada detalhe descrito de forma sensacional levando o leitor a embarcar em uma trama cheia de mistério, suspense, álibis e suspeitos.

Ademais, tudo isso majestosamente arquitetado dentro do livro com uma investigação de assassinato, a intrigante natureza humana e intrigas enraizadas no psicológico humano. Apesar do meu querido e famoso detetive belga, Hercule Poirot, não aparecer nessa trama genial, o superintendente Battle, da Scotland Yard, faz sua última aparição e encerrando com chave de ouro sua busca pela identidade do criminoso.

Enfim, não vou contar muito sobre a história porque quero que tirem suas próprias conclusões sem spoilers. Trama…

Ver o post original 554 mais palavras