Literatura, Obra Prima, Romance

A Cartomante, de Machado de Assis

A Cartomante, de Machado de Assis, é um conto que foi publicado em 1884, no Jornal Gazeta de Notícias do Rio de Janeiro, sendo lançado novamente em 2 antologias do autor, Várias Histórias e Contos – Uma Antologia. Trata-se de um conto com uma história crítica, irônica e com certos toques de humor, que reproduz com maestria todas as… Continuar lendo A Cartomante, de Machado de Assis

Anúncios
Literatura

Literatura | Flashforward – e se pudéssemos ter uma visão do futuro? – opinião

Diário de uma Qawwi

Flashforward 2jpgAutor: Robert J. Sawyer

Edição: 2010

Editora: Saída de Emergência

Sinopse

“Em Flashforward, é iniciada uma experiência científica que conduz ao inesperado: o mundo inteiro cai inconsciente por instantes e todas as mentes são projectadatas vinte anos no futuro. Quando a humanidade desperta, o caos impera por todo o lado: carros arruinados, cirurgias falhadas, quedas, destruição em massa e um elevado número de mortes. Mas esse é apenas o início. Passado o choque das visões, cada indivíduo tentará desesperadamente evitar ou assegurar o seu próprio futuro vislumbrado”

Opinião

O que o ser humano faria se tivesse uma visão do seu próprio futuro? Esta é a premissa básica que guia o enredo de Flashforward, romance que aborda uma experiência científica que acaba por provocar um desastre mundial, num cenário onde todos os seres humanos perdem a consciência durante cerca de 2 minutos. Nesse curto espaço, a humanidade faz um…

Ver o post original 288 mais palavras

Literatura

Resenha:Fred me Ajude! -Sinéia Rangel

L.E.R. Romances

Pra variar como sempre acontece nos livros da autora, terminei apaixonada por esses personagens que me acompanharam os últimos dias do ano e que me despedi hoje.

Muito mais que uma história de amor, uma história para levar para vida, um aprendizado.

— Você só consegue não ser rude comigo quando estamos sozinhos.
— Não é isso — negou, virando-se para mim. — Você é linda como uma noite estrelada, quente como o sol e faceira como a lua. Olho pra você e quero te tomar nos meus braços. Sou grosso “pru mode quê” é o único jeito de não deixar ninguém ver que o peão caiu no laço.

Vitor era um peão mas com o coração de príncipe, e a cada dia Cath via que aquele era um caminho sem volta, tudo que ela sempre lutou para que não acontecesse estava acontecendo, e ela não tinha como fugir…Ou tinha?

Ver o post original 439 mais palavras

Comportamento, Cultura, Leitura, Literatura, Opinião, Pensador

Hábito de ler está além dos livros, diz um dos maiores especialistas em leitura do mundo

Um dos maiores especialistas em leitura do mundo, o francês Roger Chartier destaca que o hábito de ler está muito além dos livros impressos e defende que os governos têm papel importante na promoção de uma sociedade mais leitora. O historiador esteve no Brasil para participar do 2º Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários,… Continuar lendo Hábito de ler está além dos livros, diz um dos maiores especialistas em leitura do mundo

Literatura

Morfologia do Conto – Vladimir Propp

Floresta dos Livros

A Morfologia do Conto é um ensaio publicado em 1928 pelo russo Vladimir Propp. A sua obra foi revolucionária no estudo da literatura popular tradicional, influenciando teóricos como Claude Lévi-Strauss e Roland Barthes, mas passou praticamente despercebida fora da Rússia até à sua tradução para o inglês, em 1958.

A tradução para o português aconteceu em 1978 e foi precisamente um exemplar dessa edição que consegui encontrar à venda no site OLX. As edições mais recentes encontram-se esgotadas em todas as livrarias onde procurei, incluindo Fnac, Bertrand e Wook.

Antes de Propp, o estudo do conto era feito sempre à luz do seu tema ou motivo e procurando  identificar a sua génese, a sua versão original. No entanto, Propp considerou que “antes de elucidar a questão da origem do conto, é evidente que é preciso saber o que é o conto”. Propp observou que os motivos do conto são…

Ver o post original 322 mais palavras

Literatura

ARTE, LITERATURA E LIMA BARRETO SEMPRE

Literatura é Bom pra Vista

LIMA

“A arte é um fenômeno social[1]”, pois, embora criação humana, depende essencialmente do meio social. Este é o entendimento de Lima Barreto. Para o escritor, o homem:

“Por intermédio da Arte, não fica adstricto aos preconceitos e preceitos de seu tempo, de seu nascimento, de sua pátria, de sua raça. Ele vai além disso, mais longe que pode, para alcançar a vida total do Universo e incorporar a sua vida na do Mundo (…). A importância da obra literária que se quer bela deve existir na exteriorização de um certo e determinado pensamento de interesse humano, que fale do problema angustioso de nosso destino em face do infinito mistério que nos cerca e aluda às questões de nossa conduta na vida.[2]

Diz-nos Lima Barreto, em seu texto O Destino da Literatura:

“A arte, a literatura têm o poder de transformar a idéia, o preceito em…

Ver o post original 229 mais palavras

Literatura

Nelson Rodrigues traduzido na Espanha

Falando em Literatura

Uma coletânea de trinta e nove textos do pernambucano Nelson Rodrigues (1912-1980) foi publicada na Espanha em 2018, sob o nome: “No tengo culpa de que la vida sea como es” (“Não tenho a culpa de que a vida seja como ela é”). Com tradução do consagrado artista Pablo del Barco e prefácio do escritor e jornalista Manuel Jabois, ou seja, uma edição caprichada. O livro segue a linha editorial de um volume publicado no Rio de Janeiro em 2009, pela Agora Editora; na Espanha, a editora “Días Contados” abriu as portas ao nosso doce “Anjo pornográfico”, taxado em outras épocas como “obsceno” e “vulgar”. A coletânea reúne textos publicados originalmente no jornal “Última hora” entre 1952 e 1955.


Los lectores hispanos tendrán la oportunidad de leer en el idioma de Cervantes a uno de los más irreventes escritores brasileños: Nelson Rodrigues, que era un verdadero bocazas, vamos. Utilizó el idioma…

Ver o post original 254 mais palavras